Pterígio

Aba 1

Tratamento para
PTERÍGIO

O que é
O pterígio é uma degeneração da conjuntiva, ocorre pela ação do meio ambiente (radiação ultravioleta, calor, químicas) ou traumática.
Há uma hipertrofia da conjuntiva que cresce sobre a córnea, podendo comprometer a visão. O pterígio não é catarata.

Sintomas
No início do crescimento do Pterígio ocorre irritação ou coceira, vermelhidão ocular e ardência. À medida que o pterígio cresce os sintomas pioram, podendo começar a afetar a visão.

Conheça os
TRATAMENTOS

O tratamento inicial pode ser feito com colírios, compressa gelada e óculos com filtro solar. 

Com o seu crescimento, há necessidade de cirurgia.

Métodos Cirúrgicos:

1. Esclera Nua
Realiza-se somente a retirada do pterígio. A região por baixo do pterígio fica aberta, exposta ao meio-ambiente.
Nesta técnica cirúrgica, o retorno do Pterígio pode ocorrer em 50% das pessoas operadas, no período de 3 meses. Nesse caso, a tendência dos sintomas é de ficarem ainda piores.

2. Cirurgia com transplante de conjuntiva
Neste método mais eficiente a parte exposta, abaixo do pterígio, é protegida por um transplante de conjuntiva do próprio olho. Com isso, o índice de recidiva cai para 4%.
Quando indicado, usa-se ainda a mitomicina-C, que evita a proliferação das células, diminuindo ainda mais o risco do pterígio voltar.

3. Cirurgia com cola biológica
Além do transplante de conjuntiva e de mitomicina-C, é usado o mais moderno método que consiste no uso de cola biológica. Com a cola, geralmente dispensa o uso de pontos. É mais confortável.