Métodos de Cirurgia Refrativa

Aba 1

Métodos de
CIRURGIA REFRATIVA

Método Lasik

Nesta maneira, a córnea é preparada para receber o Laser, com um aparelho chamado microcerátomo. Com este aparelho, separa-se uma camada da córnea de aproximadamente 150 micras. Esta camada separada chama-se FLAP.

Este flap é levantado, aplica-se o laser no estroma (tecido) corneano.

Vantagens deste método
• Rápida recuperação visual (em 24 a 48 horas)
• Menos dor no pós-operatório

Desvantagens do método
• Há um corte na córnea, pelo microcerátomo
• Maior chance de desenvolver ectásia corneana em alguns casos
• Há risco do corte não sair preciso, ficar irregular, incompleto, o que não permite continuar a cirurgia

Método PRK
Neste tipo de preparo do olho, remove-se somente o epitélio da córnea, isto é, retira-se as células de proteção, que são em 4 a 5 camadas de células, e aplica-se o laser na superfície da córnea. Há colocação de uma lente de contato terapêutica, que vai proteger a córnea de infecção e organizar a cicatrização, que geralmente demora de 4 a 5 dias.

Vantagens da Cirurgia 
• Não há corte na córnea
• Em geral, menos riscos de ectásia (entortar a córnea)
• Menos índice de complicações

Desvantagens da Cirurgia
• Demora mais a recuperação visual
• Nas primeiras 24 horas a dor é mais intensa

Dúvidas
FREQUENTES

Qual o melhor método?
O cirurgião estuda cada caso, em especial, e verifica o que é melhor. Tem pacientes que só podem realizar um método cirúrgico, enquanto outras qualquer um dos dois: PRK ou LASIK.

Indicações e contra-indicações da cirurgia
Para poder submeter-se à cirurgia, o paciente deve ter alguns pré-requisitos, que serão estudados com os exames pré-operatórios:

• O grau deve estar estabilizado.
• Idade acima de 18 anos em geral. O médico pode alterar esta idade em função do tipo do problema.
• A córnea não pode ser muito fina. Existe um limite de espessura corneana que deve ser respeitado.
• Não pode ter Ceratocone ou tendência a Ceratocone.
• Algumas doenças oculares podem contra indicar a cirurgia.
• Algumas doenças sistêmicas (do corpo), também podem contra indicar a cirurgia.

Há necessidade de um completo exame oftalmológico antes de se indicar a cirurgia refrativa.

Indicações e contra-indicações da cirurgia
Para poder submeter-se à cirurgia, o paciente deve ter alguns pré-requisitos, que serão estudados com os exames pré-operatórios: 

• O grau deve estar estabilizado.
• Idade acima de 18 anos em geral. O médico pode alterar esta idade em função do tipo do problema.
• A córnea não pode ser muito fina. Existe um limite de espessura corneana que deve ser respeitado.
• Não pode ter Ceratocone ou tendência a Ceratocone.
• Algumas doenças oculares podem contra indicar a cirurgia.
• Algumas doenças sistêmicas (do corpo), também podem contra indicar a cirurgia.

Há necessidade de um completo exame oftalmológico antes de se indicar a cirurgia refrativa.